Sintomas e diagnóstico

O que é a doença renal crónica (DRC)?

A função dos rins saudáveis é eliminar a acumulação de água e dos resíduos do organismo; ajudar a controlar a tensão arterial; manter em equilíbrio as substâncias químicas; manter os ossos fortes; controlar a produção de glóbulos vermelhos e ajudar as crianças a crescer normalmente. A doença renal crónica (DRC) acontece quando os rins já não são capazes de limpar as toxinas e os resíduos do sangue e de realizar plenamente todas as suas funções. Tal pode acontecer repentinamente ou ao longo de um período de tempo.

O que é a insuficiência renal aguda?

"Renal" significa que está relacionado com os rins. "Aguda" significa repentina. Por isso, a insuficiência renal aguda significa que os rins subitamente deixam de funcionar, frequentemente devido a uma toxina (uma alergia a um medicamento ou veneno) ou devido a uma perda de sangue grave ou a um traumatismo. Nestes casos, normalmente a diálise é utilizada para retirar os produtos tóxicos do sangue e para dar um “descanso” aos rins. Se a causa for tratada, os rins poderão voltar a recuperar algumas ou todas as suas funções.

O que são os cálculos renais?

Um cálculo renal surge quando as substâncias na urina formam cristais. Os cálculos ou pedras nos rins podem ser grandes ou pequenos. As pedras grandes podem provocar lesões nos rins, enquanto que as pequenas podem ser expelidas através da urina. Tendo em conta que os cristais têm pontas aguçadas, até mesmo a passagem das pedras pequenas pode provocar muitas dores. O tratamento depende da constituição das pedras. As pedras no rim são raramente associadas ao desenvolvimento de doença renal avançada e muito embora a expulsão de um cálculo renal possa provocar muitas dores, raramente provoca insuficiência renal aguda (excepto se o doente tiver apenas um rim).

O que é a pielonefrite?

A pielonefrite aguda é uma infecção potencialmente grave que afecta não só a bexiga (cistite) assim como os rins. A pielonefrite aguda pode provocar lesões nos rins e pode provocar insuficiência renal aguda nos casos em que o doente tem apenas um rim.

É importante salientar-se que os cálculos renais, a obstrução e a infecção podem ser uma combinação perigosa que conduz à doença renal.

O que é a HPT?

A hormona paratiróide (HPT) é produzida por várias glândulas paratiroideia, muito pequenas, com aspecto de feijão, que se encontram localizadas no pescoço. Têm como função indicar aos ossos a libertação do cálcio para o fluxo sanguíneo. HPT elevada pode ser um problema nas pessoas que têm doença renal.

Os rins saudáveis transformam uma hormona chamada calcitriol em vitamina D na sua forma activa. O calcitriol permite que o organismo absorva o cálcio ingerido através dos alimentos. Quando os rins não estão a funcionar de forma adequada, começam a produzir menos calcitriol, por isso, mesmo que ingira cálcio o seu organismo não o consegue absorver. A HPT intervém para garantir que temos sempre cálcio suficiente no sangue. Com o passar do tempo, esta situação pode provocar um enfraquecimento ósseo.

Uma análise ao sangue pode revelar se os seus valores de HPT estão acima dos valores normais. Se for esse o caso, o seu médico prescrever-lhe-á vitamina D activa.

Quais são os sintomas da doença renal crónica?

Alguns doentes poderão não apresentar quaisquer sintomas podendo apenas chamar a atenção certos resultados preocupantes das análises, como, por exemplo, valores muito elevados de acumulação de ureia/creatinina/fósforo e, em particular, um excesso de potássio, que constitui uma ameaça para a vida dos doentes. Com uma maior frequência, valores anormais menos acentuados nas análises, tais como uma pequena subida nos valores da creatinina ou a presença de proteínas ou sangue na urina, podem ser um sinal de alerta para o médico relativamente à possibilidade de doença renal nos casos assintomáticos.

No entanto, saber quais são os sintomas da doença renal pode ajudar as pessoas a detectarem precocemente a doença. Os sintomas podem incluir:

Alterações na micção — urinar mais ou menos do que o habitual, sentir pressão ao urinar, alterações na cor da urina, urina com espuma ou bolhas ou ter de se levantar à noite para urinar. Alguns doentes, num estadio avançado da DRC, podem produzir uma quantidade normal de urina, normalmente muito transparente, praticamente sem quaisquer toxinas urémicas. Consequentemente, esta urina poderá não eliminar estas toxinas do corpo, o que poderá ser difícil de compreender para os doentes, que pensam que é impossível ter um problema renal grave quando continuam a urinar e não têm "qualquer dor nos rins."

  • Edema dos pés, dos tornozelos, das mãos ou da face — devido aos líquidos que não são eliminados pelos rins e consequentemente, permanecem nos tecidos.
  • Fadiga ou fraqueza — devido a uma acumulação de resíduos ou uma escassez de glóbulos vermelhos (anemia) podem provocar estes problemas quando os rins começam a falhar.
  • Falta de ar — devido à acumulação de fluídos nos pulmões. A insuficiência renal, por vezes, é confundida com asma ou com insuficiência cardíaca.
  • Hálito urémico — Os doentes com doença renal avançada por vezes têm um hálito urémico, ou seja, um hálito com cheiro a urina. Tal só se verifica quando os doentes estão prestes a começar a fazer diálise ou quando a diálise é insuficiente.
  • Dores lombares ou nas costas Os rins estão localizados de cada um dos lados da coluna vertebral.
  • Comichão — A acumulação de resíduos no organismo pode provocar comichão grave, sobretudo nas pernas.
  • Perda de apetite
  • Náuseas e vómitos
  • Mais episódios de hipoglicémia principalmente nos casos em que os doentes são diabéticos

Se tem algum destes sintomas fale com o seu médico. Sobretudo se tiver um familiar que tenha doença renal ou se tiver diabetes ou tensão arterial alta, que são as principais causas da insuficiência renal.

Como é que eu posso saber se tenho uma Doença Renal?

A doença renal pode ser detectada através de análises ou através dos sintomas. Valores elevados de creatinina e ureia no sangue ou valores elevados de proteínas na urina sugerem a existência de doença renal. Os diabéticos devem fazer anualmente uma análise à urina - microalbumina(pequenas quantidades de proteína) que não são detectadas nas análises normais da urina.

Se tiver sintomas de Doença Renal, o que é que devo fazer?

Após ter feito as análises básicas de rastreio, se apresentar sinais de doença renal deve pedir para ser encaminhado para um Nefrologista - um especialista no tratamento da doença renal. Um Nefrologista fará uma avaliação e, seguidamente, prescreverá medicamentos ou indicações para alterações do seu estilo de vida de forma a ajudar a abrandar a progressão da doença renal.

Encontre um Centro de Diálise

Encontre o centro mais próximo.

Procurar Agora

Investigação Clínica na DaVita

Líderes em investigação clínica, inovação e Operações

Saiba Mais

Liderança Clínica

Conheça alguns dos nefrologistas de renome mundial que estão a criar os programas DaVita de prestação de cuidados aos doentes

Conheça a Equipa

Opções de Tratamento

Dê o primeiro passo para compreender a doença renal e o tratamento que é mais adequado para si.

Encontre tratamentos

Prémios e reconhecimentos

Sentimo-nos muito orgulhosos e motivados pelo reconhecimento que obtivemos pelos cuidados prestados aos doentes, pela inovação clínica e gestão e pela cidadania empresarial.

Ver prémios
Back to Top